'

Ana Liberato

Por um mundo com mais amor

O mercado estava cheio, eram muitas pessoas, muitos carrinhos e muitas cestinhas “do mal”. Um corre corre pra lá e pra cá. Vou pegar a senha do pão e uma senhora corre na minha frente e puxa a ficha antes de mim. Eu não entendo. Por que a pressa minha senhora? Qual a diferença que alguns segundos vão fazer na sua vida que você não pode ir andando calmamente pegar uma senha para comprar pão? Em vez de sair empurrando todo mundo.

Mas tudo bem, ela devia ter algo muito importante para fazer.

Eu compro meu pão e me dirijo a sessão de doces (aqueles docinhos de passar no pão que são uma delícia, super recomendo). O corredor está cheio e tenho que me espremer em um canto para deixar alguns apressadinhos passarem. Nisso meus olhos captam uma cena no minimo deprimente. Uma menina de no máximo uns seis anos é atingida por uma cestinha no rosto. Imagina estar andando e levar uma cestada na cara. É logico que a menina começou a chorar na hora, se eu tivesse levado uma cestada no rosto também choraria. Quem não? E ai vem a parte em que pergunto a vocês. Em que ponto chegamos que não podemos perder 30 segundos da nossa preciosa vida para pedir desculpas. Desculpas! Uma palavra, tão simples, tão rápida e com um significado enorme. A moça que carregava a cestinha do mal nem se importou com a choradeira da menina que acabou de atingir, ela simplesmente seguiu em frente como se nada tivesse acontecido.

Resolvi registrar aqui a minha indignação com a falta de amor no mundo. Amor pela educação. Por que fazer algo que você não faria nem com você mesmo? Pensa nisso! Um obrigado, com licença e por favor não doem nada e fazem muita diferença. Pressa não leva a lugar nenhum. Pratique a paciência. Por um mundo com mais amor e educação. <3 Você não precisa ser um falsiane, mas você pode ser educado. Esse é um texto sobre educação e respeito e a falta que eles fazem no mundo.


Deixe seu comentário

O que tá rolando no instagram
Siga meu insta!

Acompanhe nas redes sociais:

Ana Liberato Ana Liberato Ana Liberato Ana Liberato Ana Liberato Ana Liberato Ana Liberato Ana Liberato
Ana Liberato - Todos os direitos reservados © 2015